17Agosto2017

Notícias
Saúde Após receber paciente com superbactéria, UTI de hospital de Balneário Camboriú fecha para desinfecção

Após receber paciente com superbactéria, UTI de hospital de Balneário Camboriú fecha para desinfecção

  • PDF

17483850

 A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Coração, em Balneário Camboriú, está fechada desde sábado para desinfecção do setor.

 Apesar da unidade afirmar que o procedimento foi agendado previamente e que é realizado duas vezes por ano para evitar contaminações, a Vigilância Sanitária do Estado confirmou que o hospital recebeu um paciente com a superbactéria KPC no início deste mês.

 Segundo a coordenadora estadual de Controle de Infecções, Ida Zoz, o paciente contaminado pela superbactéria tem problema crônico no coração. Ele foi submetido a uma pesquisa de vigilância — realizada por hospitais para prevenir contaminações —, o material coletado foi enviado para o laboratório de referência do hospital, que após identificar a presença de bactérias multirresistentes, enviou o material para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), em Florianópolis, fazer a confirmação do resultado.

 — Uma parte do exame é feita no Lacen em Florianópolis, mas a outra parte é feita em Curitiba, então leva alguns dias para ficar pronto. Não sei te precisar ao certo quanto tempo — informa Ida.
Conforme a coordenadora, o Hospital do Coração agiu corretamente ao notificar o Estado sobre a ocorrência da superbactéria e ao isolar o paciente até ele receber alta médica.

 — Eles só receberam a confirmação na semana passada, mas instauraram medidas de segurança desde o início e reforçaram agora com a desinfecção — afirma.
A UTI do hospital conta com 10 leitos.

 Contraponto

 A gerente do Hospital do Coração, Caroline Prazeres, informa que trata-se de uma desinfecção de rotina.
— A gente sempre faz, até porque sempre pode haver um paciente com infecção. Tivemos casos no ano passado, mas a gente criou medidas de segurança para prevenir. Trabalhar com prevenção é a melhor forma — afirma.
Segundo Caroline, o hospital também está aproveitando para fazer obras no setor, como a instalação de televisores em leitos privativos, substituindo a iluminação por lâmpadas de led e fazendo reparos no piso.

 — Está demandando mais tempo pela fiação, mas até quinta-feira deve estar tudo pronto — garante.

 Saiba mais

 As superbactérias são bactérias que vivem no intestino para ajudar na digestão dos alimentos. Ao tomar muitos antibióticos ou não respeitar o tratamento orientado pelo médico, não ingerindo o número correto de comprimidos e não cumprindo o horário, elas se tornam resistentes àqueles medicamentos.

 — O correto é tomar a dose certa de comprimidos e no tempo certo para ela morrer — reforça Ida.

 

Artigos Relacionados:

Rede Social Embaixo

Newsletter

Receba as novidades do Portal Costa Esmeralda Online em seu email.